segunda-feira, 11 de junho de 2007

A pergunta que não quer calar...

Saber o que se quer.
Dizer o que ser quer.
Fazer o que ser quer.

Saber com clareza.
Dizer com clareza.
Fazer com clareza.

Não ao esporádico.
Não ao em cima do muro.
Não ao casual.

Ambigüidade,
dualidade,
paradoxo,
mensagens subliminares.

Toque,
maturidade,
entender,
decisão.

Afinal, qual é a sua?

------------------------------------------------------------------------------------
Postscriptum:

Eu sei qual é a minha. E, acredite, não é essa.

Agora entendi, não é o mundo que é pequeno, as pessoas é que são poucas.

2 comentários:

B R E N A disse...

To precisando de mais poesia na vida... ando tão sem inspiração.
Preciso vir mais aqui...

Frederico Bernis disse...

"Ambiguidade,
dualidade,
paradoxo..."

Tá falando de mim?
Beijo, bailarina.