sábado, 29 de dezembro de 2007

Fim da Festa! O último que sair apaga a luz e fecha a porta...Beijo e até 2008!




Um ano que valeu a pena. Este é o resumo de 2007. Cada dia, os bons nem se fala! E os não tão bons assim foram necessários como tudo na vida. Valeu a pena demais e se fosse preciso viveria tudo de novo. É claro, faria algumas mudanças, aqui, ali, acolá, alteraria rotas, palavras e decisões, mas ainda sim, viveria tudo outra vez!
Das promessas que me fiz, nem lembro mais quais foram, mas tentei realizar ao máximo aquela que eu sempre me proponho e nunca me esqueço: Ser FELIZ. E mesmo nos momentos onde tudo parecia um verdadeiro dramalhão mexicano, me apoiei na idéia de que tudo passa, pode demorar, mas passa. E “vâmo que vâmo” que ainda tem muita coisa pela frente. Chorei, e chorei muito, porque não sou de ferro, não tenho “sangue de barata” e por que sou irremediavelmente “sentimentalóide”.
Fui família, mais do que todos os outros anos. Fui muitos churrascos, almoços, reuniões e conversas á moda mineira: cozinha, café e pão de queijo. Fui risadas intermináveis, as sacadas sempre tão espertas da Tatá e seu bom humor infantil. Fui meus irmãos, cada um com seu jeito e sua personalidade. A Tih na companhia, nas risadas, nas conversas e confissões, nas festas, nas baladas, nos sambas - amado e louvado samba - e até na delegacia quando arrombaram o carro dela e levaram o som - Salve, Sd. Cristóvão que foi um doce com a gente! - Fomos e seremos parceiras, eternamente. O Wallace, com suas caronas, camisas passadas ás 3 da manhã e seus convites para as festas da Red Bull.
Fui meus amigos, novos, velhos e para sempre. Fui todas as vezes em que a Déia me estendeu a mão, o ombro e, principalmente, o ouvido amigo. Fui Juh, Torres, Mary, Dudu, Bella, Markito, Xuxu, Sih, Tico e a Maio mesmo nos raros encontros deste ano. Na certeza de que não são muitos, nem poucos, mas o suficiente e o necessário para me fazer feliz.
Fui todas as pessoas e os lugares novos que eu conheci. Tudo de bom que elas trouxeram para a minha vida. Toda diversão, todas as experiências trocadas, todas as surpresas, todas as alegrias, todas as desilusões e todas as decepções. Fui amores antigos e novos amores. Fui namorada, ex, ficante, rolo. E no fim das contas: continuei solteira! Fui paixão e paixonites, algumas passaram e outras insistem em continuar mesmo quando eu sei que deste mato não sai mais coelho, cachorro ou o bicho que for. Mas sou “sem-vergonha”, vivo de paixões e não aprendo.
Fui e sou o samba, a dança, pandeiro, tamborim, cavaquinho, Tan-Tan, 7 cordas, chique-chique e cadência. Sou toda aquela alegria e energia quando começa a marcar o compasso. Fui Cartola, Goiabada, Reciclo, Estabelecimento, Dalva e Social. Fui Aline, Fidelidade, Copo, Dóris, Candeeiro, Panamá. Fui Teresa & Semente, Paulinho, Chico, Monarco, Sargento, Nogueira, Cartola, Cavaquinho, Clara, Velha Guarda da Portela, Zeca, Ivone, Clementina, Badem, Jovelina e Vinícius.
Fui também trabalho, e muito trabalho! Fui novas funções e “freelas”. Fui muitas vezes tudo ao mesmo tempo e agora, momentos de stress e completa desorientação. Fui esforço e dedicação mesmo quando não havia reconhecimento. O trabalho edifica e isso, por si só, basta. Fui o blog a coragem e a iniciativa de abrir a minha vida e as minhas reflexões no mundo virtual. Fui a experiência feliz na blogsfera e o vício que se tornou escrever. Eternamente cultura, arte, literatura e música para viver plenamente.
Pois é, a festa de 2007 acabou. Chegou ao fim. As coisas ainda estão um pouco bagunçadas afinal, foi em ritmo frenético que esse ano passou. Nada porém que não possa ser colocado no lugar, pode levar certo tempo, mas tudo se ajeita! Fim de festa é assim mesmo, o importante é que os presentes que foram as pessoas, as experiências, os sentimentos e as atitudes a gente pode colocar tudo num pacote bem grande e levar para a outra festa que será 2008! E uma coisa eu já posso garantir, vai ser uma festa de arromba!
--------------------------------------------------------------------------------
Postscriptum:

Bem caros amigos, a Bailarina vai sair de férias. Vou descansar e me dedicar a outros projetos de início de ano, mas prometo postar quando der para colocá-los a par das novidades e posso adiantar, o que não vai faltar são peripécias. Começando pelos dias em “Jeri”, por isso em breve notícias de lá! No fim de fevereiro estarei de volta com pique total! Obrigada a todos os que passaram e passam por aqui!
A Bailarina agradece a visita, os comentários e o carinho. A casa estará sempre aberta e vocês são sempre bem vindos!

Feliz 2008!
Que os desejos, enfim, se realizem e que o sol brilhe para todos nós! Muita luz , muito amor, e muita paz!

Abraços com carinho,

--------------------------------------------------------------------------------
Trilha Sonora:

Tinha planejado uma trilha para este ano, mas descobri que é quase impossível faze-la, afinal tem música demais e que marcaram vários momentos deste 2007. Assim, resolvi colocar o que estou ouvindo enquanto escrevo este post e fica como sugestão para todo mundo ouvir e já começar o novo ano em alto astral!

- Samba Meu_Maria Rita
- Perfil Los Hermanos_ Los Hermanos
- Acústico MTV_Paulino da Viola
- Live in New York_Corinne Bailey Rae

2 comentários:

Antânia disse...

Obrigada pelo comentário lá no MB (só agradeço quando o comentário é bom, hein!!!) :-P

Excelente 2008 e férias maravilhosas!!!

Anônimo disse...

Li esse seu ultimo post e gostei muito das suas palavras. A vida é assim esmo, entra ano e sai ano; e mudar só depende de nós mesmo, pois os dias são sempre os mesmos. Cada dia é uma folha nova, basta vc escrever a sua estória. Velho esse ditado , né...mas verdadeiro. Só posso desejar que a sua estória tenha um grande final feliz.
Ah! Já ia esquecendo de um detalhe, é uma pena que no ano de 2007 não fiz parte da sua vida, nas alegrias ou tristezas...Beijim.
Sílvia