quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Sorriso aberto



Certa vez me disseram que sorrisos eram códigos. Códigos secretos que traziam mensagens de bom ânimo a quem os recebesse. Sempre gostei de pensar que assim o é, que os sorrisos são um código secreto capaz de despertar no outro a vontade de sorrir também, quase que instantânea, quase que imediata. Inevitável e certeira, como uma seta que atinge o alvo.


Hoje ouvi agradecimento – Sou eu quem agradece, moça do sorriso bonito – acompanhado da frase um sorriso aberto, sincero. Meu interlocutor não vem ao caso, mas esse fato roubou a minha atenção e logo em seguida tocou no meu playlist a música que embalou este post. Minha mãe costuma dizer que eu gosto de sorrir enviesado, com o canto da boca e que isso havia se tornado a minha marca registrada. Mas gosto de sorrir por inteiro, sorriso é entrega. Um sorriso bem dado denota o quanto estamos relaxados, dispostos, animados, descontraídos ou simplesmente de bem com a vida. Um grande amigo me disse certa vez que sorriso bom era aquele sorriso completo, com a boca, o nariz, os olhos apertados e aquela cara de satisfação, típica de quem está feliz!


Outro dia no caminho para o trabalho, uma garotinha ao descer com o seu pai do ônibus acenou a mãozinha e me deu ‘tchau’ sorrindo aquele sorriso gostoso que só criança sabe dar. Lembrei da Tatá com aquele sorriso matreiro dela, suas covinhas e o ‘vão’ entre os dentinhos ainda ‘de leite’. Lembrei como é bom ver esse sorriso, mesmo após um dia inteiro de trabalho e perceber como o sorriso do outro é revigorante. Sorrir faz bem para o espírito.


E enquanto eu escrevia ao som de 'Sorriso Aberto', sorri várias vezes e me detive no refrão da música – Logo eu, com meu sorriso aberto, o paraíso certo, pra vida melhorar (...) - lembrei o tanto que o samba me arranca sorrisos, lembrei que sempre é dia de samba, lembrei que é melhor ser alegre que ser triste, como já diriam Vinícius e Badem e tive a certeza então, como cantou Guará, que sorrisos são de fato, pra nivelar a vida em alto astral!

----------------------------------------------------------------------------
Postscriptum:

Amores, não estou conseguindo fazer o upload da música, assim que conseguir coloco ela aqui pra vcs!

5 comentários:

Sílvia Lis disse...

Sorrir é como comer morango com chantilly...delicioso, provocante e demasiadamente saboroso. Faz bem em todos os sentidos. Tem coisa melhor que reunir os melhores amigos e rir do que fizemos de errado, as manotas, as besteiras. Eu lembro muito quando faltava energia na minha cidade e meu saudoso PAI reunia todo mundo em volta da mesa e começava contar seu "causos", colocava-nos medos, mas tb contava as suas piadas que faziam nos esquecer da escuridão em que nos encontravámos...tempo bom, tempo que eu era feliz e não sabia...
Beijos com sabor de sorrisos...

Tiago Sânzio S. Pereira disse...

seu sorriso, matreiro e tal, eu muito admiro.. rs...
qt ao samba, me faz sorrir como um joão bobo... aiai
falando nisso, Cartola sexta? tô indo, sorrindo, cantando e sambando! Vamos?
beijo e beijo!

Revista Antimatéria disse...

de sorriso aberto a Revista Antimatéria é seu seguidor.

http://www.revistaantimateria.blogspot.com

abraços.

Ni ... disse...

Sua postagem me fez abrir um sorriso... daqueles que vem das lembranças felizes que embalam a vida...

Gostei muito daqui...!

Késia Maximiano disse...

orriso é mesmo o melhor presente q se pode receber - e dar - de alguém...

É essencia...


Beijão, linda!
Tive saudades do teu cantinho!